Jump to content
Fórum Script Brasil

atf

Membros
  • Content Count

    34
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by atf

  1. Qual a necessidade de aspas duplas?
  2. Restaurar a pasta "data", geralmente, é problemático. Tenta inicializar manualmente, pelo comando "pg_ctl" e ver se aparece algo errado, inclusive no arquivo de "log". sudo su postgres -c 'pg_ctl start -D /endereço da pasta DATA -l /endereço do arq. de log' Às vezes é necessário colocar o endereço completo do programa "pg_ctl".
  3. Pelo "LibreOffice" isso fica bem mais cômodo, com a edição das tabelas e formatação de consultas.
  4. Para acessar via terminal pode-se usar o "psql" (psql --help) que opera em modo iterativo ou "batch". Você terá que fazer a consulta em "SQL". Pelo "libreoffice" pode-se acessar um banco "postgresql", com facilidades para formatar consultas. É necessário instalar o módulo de acesso ao "postgresql".
  5. Já verificou as permissões de acesso remoto no "pg_hba.conf"? Esse arquivo fica no diretório exclusivo do postgresql, no servidor.
  6. Talvez na própria aplicação pelo parâmetro "CURRENT_USER".
  7. Desde que a máquina em questão tenha seu domínio registrado em algum DNS.
  8. Se a pesquisa é sobre um determinado campo de uma tabela, basta usar o operador "~": SELECT * FROM tabela WHERE campox ~ 'O rato roeu a roupa do rei';
  9. atf

    Geração de tabela

    Na definição da tabela, não é possível referência a suas colunas. Uma solução seria uma função do tipo "gatilho" após inserção.
  10. Não entendi porque bloquear consulta ao "schema" pg_catalog mas, assim mesmo, veja esse tópico do manual. https://www.postgresql.org/docs/8.4/ddl-schemas.html
  11. Tem "backup"? Não faço ideia do que a "atualizacao de hardware" fez mas, ao que parece, você vai ter que restaurar seu banco de dados.
  12. Preenchimento automático existe para chave numérica, bastando definí-la com "serial". Para "varchar" não dá para adivinhar a próxima chave, né?!?!
  13. atf

    Ajuda PGSQL

    As rotinas, no Postgres, precisam do tipo de dado retornado e, dependendo da categoria da rotina, existem limitações de tipo. A sintaxe das linguagens de "script" não é exatamente igual nos dois bancos de dados. Recomendo uma lida no capítulo plgpsql do manual do Postgres. A adaptação não será muito complicada.
  14. Já observou se arquivo .gz está crescendo?
  15. O comando "copy" só consegue ler arquivos gerados por ele mesmo. O formato, embora simples, é posicional e respeita uma determinada ordem de elementos. Veja se consegue editar um dos arquivos e mostre as primeiras linhas aqui.
  16. Veja o que diz o manual: https://www.postgresql.org/docs/8.4/sql-copy.html
  17. A função "copy" tem a finalidade de gerar um arquivo externo com o conteúdo de uma tabela. Para obter o resultado de um "select" numa variável pode-se fazer: SELECT INTO variável ....
  18. Creio que isso pode resolver: https://www.postgresql.org/docs/11/functions-datetime.html#FUNCTIONS-DATETIME-CURRENT
  19. "Em comparação a outros bancos de dados (open source), o PostgreSQL vale mais a pena? " O Postgre está em é de igualdade com o Oracle. Na área de "código livre", nenhum outro se compara com ele. Os limites de espaço e processamento são os dos equipamentos, não do BD. "Um aspecto interessante que achei nele foi que se pode usar várias outras linguagens de programação"" O PGSQL tem a capacidade de aceitar "procedures" em várias linguagens, a saber: plpgsql, python, tcl, etc... Não confundir "procedures" com programação externa de acesso aos dados pois, isso, depende de cada
  20. Se tiver alguma luz cuidado, pode ser um trem em sentido contrário.
  21. Se voce fez a instalação com o "/opt" e/ou "/home" e/ou "/usr/local" devidamente separados em partições próprias, tudo ou, ao menos boa parte, estará salvo. Caso contrário, aproveite para fazer uma instalação boa para servidor, com particionamento em "LVM". O instalador oferece essa opção.
  22. Parece que complicou. Aparentemente foi algum acidente na suspensão do sistema. Para não perder tempo, reinstale o Debian, preferencialmente pelo "netinstall" e não utilize o processo de suspensão.
  23. Não uso e não recomendo o "pgadmin". Aparentemente houve um erro na cópia ou na própria tabela. Para remediar tente comentar (com um "#" no início) as linhas 2.604 e 2.605. Se conseguir a recuperação, depois é só recriar a tabela.
×
×
  • Create New...