Jump to content
Fórum Script Brasil

neto.joaobatista

Membros
  • Content Count

    116
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutro

About neto.joaobatista

  • Birthday 09/05/1981

Perfil

  • Gender
    Male
  • Location
    Franca/SP
  1. Bom, aqui vai uma implementação do hash SHA-1, estou trabalhando na serie SHA-2 (atualmente SHA-256 e futuramente SHA-512). O código abaixo é para quem gosta de saber o que acontece debaixo dos panos quando você usa uma função nativa ou quando a função nativa não está disponível no seu servidor... <?php /** * Implementação PHP do Secure Hash Algorithm segundo a Secure Hash Standard (SHS) (FIPS PUB 180-3) de outubro de 2008. * <p> * Nessa primeira versão está sendo implementado apenas o hash SHA-1, a proxima versão já contará com SHA-256 * e futuramente SHA-384 e SHA-512 *
  2. Tenta assim: $data = "22/07/2009"; $part = strptime( $data , "%d/%m/%Y" ); $wday = explode( "/" , sprintf( "Domingo/%s" , implode( "-feira/" , array( "Segunda" , "Terça" , "Quarta" , "Quinta" , "Sexta" , "Sábado" ) ) ) ); printf( "A data %s vai cair %s" , $data , $wday[ $part[ "tm_wday" ] ] ); A saída será: A data 22/07/2009 vai cair Quarta-feira
  3. neto.joaobatista

    Executar arquivos

    Na resposta ele diz que foi interrompido no ApeGera0003.php e não no 3 arquivo, o código que lhe enviei executa conforme a listagem e não seguindo uma ordem pré-estabelecida. O primeiro arquivo que ele tentou executar foi o ApeGera0003.php e encontrou um erro, por isso ele parou.
  4. neto.joaobatista

    Executar arquivos

    Kara, se você vai acessar o diretório pelo browser então você precisa de um index.php que irá ler qualquer outro arquivo.php na pasta e executá-lo, é isso ? index.php <?php abstract class Main { /** * Número de erros encontrados * @var integer */ static private $erros = 0; /** * Número de arquivos.php encontrados * @var integer */ static private $total = 0; /** * Número de arquivos executados * @var integer */ static private $executados = 0; /** * Arquivo que está sendo executado no momento * @var string
  5. Tenta mudar sua tag form para: <form enctype="multipart/form-data" method="post" action="cliente_cadastro.php">
  6. Tenta assim: if ( ( $res = mysql_query( sprintf( "SELECT * FROM documento_anexo WHERE id_documento = %d LIMIT 1;" , $idDocumento ) ) ) ){ if ( ( $row = mysql_fetch_array( $res ) ) ){ $img = imagecreatefromstring( $row[ "imagem" ] ); imagejpeg( $img , sprintf( "imagens/%s.jpg" , $row[ "id" ] ) ); header( "Content-type: image/jpeg" ); header( sprintf( "Content-length: %d" , strlen( $row[ "imagem" ] ) ) ); print( $row[ "imagem" ] ); } mysql_free_result( $res ); } Coloquei um LIMIT 1 porque você está enviando cabeçalhos HTTP e po
  7. Bom, a não ser que sua base seja uma base antiga, você conseguirá criar o trigger normalmente, utilize as ferramentas GUI do MySQL, pelo MySQL Query Browser você conseguirá fazer isso normalmente.
  8. Bom amigo, não sei se entendi direito o que você quer fazer mas se for o que eu entendi então você nem precisa do php para fazer isso. Imagina que a tabela `caixa` seja assim: mysql> desc `caixa`; +-------+-----------------------+------+-----+-------------------+-----------------------------+ | Field | Type | Null | Key | Default | Extra | +-------+-----------------------+------+-----+-------------------+-----------------------------+ | id | mediumint(8) unsigned | NO | PRI | NULL | auto_increment | | saldo |
  9. Bom, se você vai usar o mysqli então a conexão é diferente: $usuario = "daniel"; $senha = "daniel"; $endereco = "localhost"; $banco = "sistema"; $conn = mysqli_init(); @$conn->real_connect( $endereco , $usuario , $senha , $banco ); if ( $conn->errno ){ printf( "Erro ao conectar: %s" , $conn->error ); } else { printf( "ok, conectamos..." ); } $conn->close();
  10. O erro de fato está na definição da sua sessão, você está verificando se a sessão login existe, mas está definindo com outro nome: Você verifica assim: if(isset($_SESSION['login'])) #Verifico se existe a Sessão Login E cria a sessão assim: else // se a senha for bater com nome de usuario então inicio a sessão { $_SESSION['login_usuario'] = $usuario; $_SESSION['senha_usuario'] = $senha; header('Location: /admin/'); } Tenta criar sua sessão assim: $_SESSION[ "login" ][ "usuario" ] = $usuario; $_SESSION
  11. Quando você cria um input do tipo file no seu html, o nome desse campo é enviado para o PHP e o conteúdo dele é o nome da imagem que a pessoa enviou. No código que você postou não incluiu a parte que recebe de fato o arquivo, nem a parte que define a variável $imagem_name. Por isso eu apenas peguei a parte que copia sua imagem de um lugar e manda para outro, renomeei o arquivo de destino mantendo a pasta e pronto. O nome que foi gerado pelo hash é exatamente o md5 do contaúdo de $imagem_name Bom, você tem a opção de, quando resgatar a imagem do banco de dados você usar o md5 no nome real d
  12. Bom amigo, aquele trigger que eu lhe mostrei no fórum de MySQL resolve seu problema com apenas uma modificação, em vez de pegar o último `contrato` cadastrado e somar 1 (é o que está fazendo) você vai fazer ele pegar o último `clica_id` e somar 1, na verdade você nem precisa fazer isso porque com o trigger é possível fazer isso automático também: Primeiro você precisa apagar o primeiro trigger: drop trigger contratos_autoincrement; Agora criando um novo que vai se basear na coluna `clica_id` create trigger contratos_autoincrement before insert on c_clicalista for each row set NEW.contrat
  13. Putz, para que esse tanto de quebra de linha, hahahahah Vamos condensar um pouco, tenta assim: <html> <head> <meta http-equiv="content-type" content="text/html" charset="UTF-8"> <link rel="stylesheet" type="text/css" href="../css/estilo.css" /> <title>Urna Online</title> </head> <body> <?php #variaveis $login = $_SESSION["login"]; $senha = $_SESSION["senha"]; $conexao_tabela = ("SELECT * FROM eleitores WHERE login='$login' A
  14. Primeiro você vai precisar criar uma tabela para armazenar os ips: create table`ips` ( `id` mediumint(8) unsigned not null auto_increment, `ip` varchar(15) not null, `date` timestamp not null default CURRENT_TIMESTAMP on update CURRENT_TIMESTAMP, primary key (`id`), key `ipdata` (`ip`,`date`) ) engine=MyISAM; Depois você faz no PHP assim: $ip = isset( $_SERVER[ 'HTTP_X_FORWARD_FOR' ] ) && $_SERVER[ 'HTTP_X_FORWARD_FOR' ] ? $_SERVER[ 'HTTP_X_FORWARD_FOR' ] : isset( $_SERVER[ 'REMOTE_ADDR' ] ) && $_SERVER[ 'REMOTE_ADDR' ] ? $_SERVER[ 'REMOTE_ADDR' ] : null; $sql
  15. Tenta mudar a linha: copy($imagem, "clicalista/c_banners/$imagem_name"); /*envia a imagem para a pasta*/ para copy( $imagem , sprintf( "clicalista/c_banners/%s" , preg_replace_callback( "/(\\w+)\\.(\\w{3})/" , create_function( '$mtc', 'return( sprintf( "%s.%s" , md5( $mtc[ 1 ] ) , $mtc[ 2 ] ) );' ) , $imagem_name ) ) );
×
×
  • Create New...