Jump to content
Fórum Script Brasil
  • 0

Overclocking


V!RuS

Question

UM BASICO DE COMO FAZER UM OVERCLOCK

Pessoal andei olhando no fórum , e uma área que tem o nome de Overclock, não ter nada explicando como se faz um Overclock, fica muito estranho. Por isso decidi escrever isso.Sem falar que deve de ser uma duvida que muita gente tem, devido ao grande numero de posts sobre este assunto... Então vamos la:

Primeiramente: O que é um Overclock?

Basicamente overclocking consiste em mudar as configurações do hardware para que ele funcione em uma velocidade superior a aquela para qual ele foi projetado. Ou seja você fazer um Up-grade no seu processador,sem a nescessidade de pagar por este up.

Como fazer ?

Primeiro, é preciso que se conheça a placa-mãe que será usada,o maior limitador de um overclock. Possuem 5 limitadores: Voltagem, Increase FSB, AGP, PCI e Temperatura.

Os slots PCI’s 32 bits ,funcionam a 33Mhz. Este clock é variavel , de acordo com a possibilidade de Increase da placa-mãe. Muitas, conseguem tolerar , para que os slots PCI não variem de clock. Esta variação de clock implica, caso você não tenha uma boa placa de som, um bom modem, uma boa placa de rede (periféricos PCI), na limitação do FSB, pois a partir de um certo ponto ,os periféricos ruins passam a se comportar mal, perante a um clock muito alto , causando o travamento do sistema.

A AGP 2x, 4x e 8x funcionam com clock externo de 66Mhz. Este é um dos clocks que não faz muita diferença no desempenho do conjunto. Mas em overclocks extremos, a VGA pode até não dar boot, ou não conseguir imprimir na tela as letras, etc..

Temperatura é já é um caso um pouco mais serio.Hoje em dia o Overclock move toda uma industria. Surge um fabricante de peças : especiais para esse fim a cada dia, especialmente fabricantes de coolers exóticos e soluções de refrigeração.Se o Overclock é uma maneira de fazer um dispositivo operar acima da frequência especifica, Isso inevitavelmente provoca aumento de temperatura. E a temperatura é uma das variaveis que que afeta a TDDB( Time Dependent DieletricBreakdown ,algo como ruptura do dieeletrico dependente do tempo), seja ele por "Dano de portador quente", ou por Eletromigração.

Danos por Portador quente: Eles são assim chamados por estarem em velocidades superiores as que são observadas no portadores movendo-se com velocidade resultante da agitação termica.Os danos causados por portadores quentes fazem com que a transcondutancia ( uma especie de ganho no transistor ) diminua .

Já a eletromigração é um mecanismo que vale a pena de ser explicado, apesar que possa aumentar em muito este tópico.Mas vamos la.... Espero que o Lord me Entenda....eheheh. A eletromigração é justamente o mecanismo que afeta os metais. Atualmente são empregados o aluminio ou o cobre nas interconexões entre os transitores, e com ambos os metais o perigo é o mesmo...Embora ambos aguentem uma densidade de corrente bem maior do que os condutores que passam por dentro dos conduites de uma casa, as minusculas trilhas eletricas estão sujeitas a falhas por causa do fluxo de elétrons. O metal sempre apresenta pequenas imperfeições na sua rede de atomos. Por causa dessas pequenas imperfeições do metal,havera preferência de movimentação ,fazendo com que algumas areas tenham acumulo de material e outras acabem desenvolvendo buracos.. Na região dos buracos havera maior aquecimento por causa da redução da área de tráfego de eletrons. É assim que funciona um fusível de fio, ele derrete quando a corrente ultrapassa o valor determinado. E a temperatura alta so colabora para que isso ocorra... Por isto Overclockers fiquem de olho na temperatura... Para overclock basico, um ganho de 10 a 20 por centor no rendimento do processador um sistema de refrigeração a ar, já resolve. No proprio fórum tem um tópico que o Frederico Sholtz , fez indicando uns ótimos cooler: http://www.babooforum.com.br/idealbb/view.asp?topicID=44291

Bem chega de conversa e vamos ao ponto que realmente interessa. O FSB (Front Side Bus) é o que determina o clock externo do processador,chamamos clock externo, pois o coeficiente é dado por FSB X MULTIPLICADOR = CLOCK INTERNO. E este é o ponto chave do overclock, já que a maioria dos processadores vêm com o multiplier travado.

Sobre voltagem.. Vcore ,É o consumo de energia que o processador utilizará da fonte.. Atualmente, várias mainboard vêm com ótimas opções para Vcore. As vezes, é necessário também aumentar a voltagem do processador para poder eliminar algum tipo de instabilidade.Ps. Procure não aumentar muito o Vcore.Va aumentando aos poucos algo em torno de 0.25 por vez e evite de passar de 0.50, a não ser que você esteja usando um Water cooler, ou um frezzer...

Existem algumas maneiras de se fazer um over .Alterando o FSB (front side bus)via bios , e alterando os jumpers da placa-mãe, e over por software.

Vou começar explicando o pela alteração do FSB via bios. Isso para as placas que possuem esta opção, infelizmente nem todas possuem, como algumas Pc-chips.

Entre no setup, normalmente tecle "Del", logo apos o primeiro bip.

Procure algo do CMOS SETUP UTILITY e o menu FREQUENCY /VOLTAGEM CONTROL. ou coisa parecida....Tem outros nomes tipo PROCESSOR SETTINGS , o importante é que neste intem vocês encontrem onde alterar o FSB.

Se o seu computador nunca foi realizado um over e se estiver tudo correto , o FSB deve de estar em modo padrão.Va aumentando o valor deste item, considerando a temperatura e estabilidade do sistema... Para o pessoal que esta iniciando. Um conselho: Va com Calma.

Existe outras maneiras de se realizar um Overclock.Utilizando um software como o CPUFSB, que infelizmente o link que eu tinha esta quebrado... O nosso companheiro de Forum o Fred Flintstones, consiguiu baixar ele pelo e-mule, inclusive existe um ótimo tutorial do Ponto.com, explicando como se utiliza e configura o E-mule. De uma olhada:http://www.babooforum.com.br/idealbb/view.asp?topicID=54008. Existe outros soft, mas a maioria são antigos e pararam de ser atualizados. Tipo o SoftFSB. que você conseque ele aqui:ftp://ftp.cuhk.edu.hk/.1/cpatch/powertoy/sfsb/source/sfsb17f.exe

Bem as dicas estão ai... Caso alquem resolva seguir as dicas para realizar um overclok.Faça um teste de desempenho, aqui no proprio fórum tem um, aproveita e coloca o seu nome lá no raking do Teste Super Pi: http://www.babooforum.com.br/idealbb/view.asp?topicID=38997

Talvez, algumas placas mães venham a ter algum problema na alteração do FSB, coisa que talvez uma atualização de Bios resolva. De uma olhada no fabricante da sua placa-mãe se existe algo ...Se você não sabe como procurar a atualização ou como atualiza-la de uma olhada no tópico do nosso companheiro Endeavour: http://www.babooforum.com.br/idealbb/view.asp?topicID=81618 e do nosso companheiro Bruno Marques:http://www.babooforum.com.br/idealbb/view.asp?topicID=45877

A maioria dos links que postei aqui, foi para prestigiar os nossos colegas de forum, e reconhecer o valor que cada um tem aqui. Caso algum usuário se sinta incomodado por estar citado aqui. Entre em contato comigo que eu retiro o nome sem problemas...

No mais , aqui não é a área de DUVIDAS CRITICAS E SUGESTÕES, mas estamos abertos para qualquer duvida critica ou sugestão, afinal, aqui temos ótimos participantes, caso eu não saiba como responder. Talvez o Endeavour, Marcosqui,3DFX, Masterrey e outros saibam como resolver...

Em tempo, fiquei sabendo que o Baboo pretende colocar o servidor do forum, rodando num Pentium4 3.06 HT, quem sabe ele vendo isso aqui resolva dar uma overclockada nele tambem.. ahahah...

Edit: Caso alquem queira ver resultados de Overclock extremos de uma olhada.

http://www.vr-zone.com/guides/

Caso seu computador , depois do overclock chegue nem ligar e/ou emita bips, provavelmente você,aumentou demais o FSB, as vezes so desligando o pc, e reiniciando novamente, resolva o problema, em alguns caso é nescessario dar um clear mos na placa-mãe, provavelmente sua memória ou placa-mãe são de má qualidade, ou você exagerou no overclock. Não se desespere: desligue o computador e volte as configurações originais. Assim, seu computador voltará à ser o que era antes sem problemas.

PS: O Fred Flintstones, disponibilizou o CPUFSB para downloand:[ur]http://www.yesvacaclub.hpg.com.br/baboo/CPUFSB%20v2.2.10.exe Obrigado Fred...

Obs:

É importante também ter uma boa dose de paciência, pois sua primeira tentativa pode não dar certo, e, claro, bom senso para não extrapolar os limites e ficar no prejuízo...

Lembre também que, devido ao calor gerado, uma boa ventilação do gabinete não atrapalha em nada.Só ajuda.

Agora, mesmo com os possíveis riscos, vale a pena fazer overclock ?

Imagine apenas, comprar um processador AMD ATHLON 2000+ e fazê-lo ter a mesma performance de um de 2200+.

Adicionado: 7/04/2003 12.43 PM.

Imagens cedidas pelo Fred Flintstones ( Obrigado)

Overlock por software:

Vamos utilizar o CPUFSB, programa facil de se usar, muito intuitivo, a unica coisa que você precisa saber corretamente é o nome da placa e o fabricante e o nome do fabricante do gerador de clock e do modelo, mesmo que a placa não esteja dentro daquelas que ela oferece suporte é possível elevar o clock, ficando apenas algumas opções sem acesso como o controle de Vcore...A vantagem do Overclock por software, é que você fica sabendo o resultado na hora , sem a nescessidade de ficar desligando e reiniciando a cada tentativa de elevação do FSB.É muito mais simples...

Como você pode ver o programa é muito facil de se utilizar, é so escolher a placa e o modelo;onde esta escrito Mainboard manufacturer, escolha o fabricante da placa-mãe, e onde esta escrito, mainboard type você seleciona o modelo... E no mais é como esta descrito na propria imagem.

Veja outras telas do programa:

Nesta primeira opção você seleciona o fabricante da sua placa..

Nesta você seleciona o modelo da sua placa...

Nesta você seleciona o fabricante do Gerador de clock da sua placa..

[imghttp://www.yesvacaclub.hpg.com.br/baboo/fsb04.jpg

Nesta você seleciona o modelo do seu gerador de clock

Esta tela representa uma das opções do CPUFSB, de ajustes finos, ou seja possibilita o aumento do FSB aos poucos. Otimos para placas com poucos recursos de escolha de FSB, via bios.

Atualização 12 de maio de 2003 Pm 2:30 Informações cedidas pelo nosso colega de Forum FREDERICO SHOLTZ:

Temperatura

Muitos pensam que quanto menor temperatura, maior capacidade de overclock.. O que acontece, é que mesmo trabalhando a temperaturas negativas, chegará um ponto que o processador não conseguirá mais assumir dados, pois o ciclo de clock será mais rápido que a captura de dados binários dos transistores (sim ou não = binário), o que acarretará perda de informação. Ou seja, o que é aconselhável é manter a estabilidade do sistema, aí sim, quando tal estabilidade for alcançada, trabalhar com temperaturas negativas dará um novo ânimo ao processador.. Vou falar aqui de alguns “inibidores” de temperatura, como Air-Cooler, Water Cooler, Compressor Cooler, Peltiers e o Nitrogênio...

· Air-cooler; com certeza, o mais utilizado sistema de resfriamento no mundo é este. Baseado em um dissipador de calor, geralmente feito de cobre, e uma torre de aletas, que têm a função de dissipar o calor no ar, são bastante ineficazes, quando tratamos do assunto overclock (claro, digo ineficazes em overclockz mesmo)... Em cima, geralmente, existe um Fan que servirá como ventilador das aletas, ou exaustor das mesmas (na minha opinião, a segunda opção é melhor). Os avançados air-coolers de hoje rodam com rotações absurdas, que só bastam para aumentar bastante o nível de decibéis dos nossos quartos.. =/

· Water-cooler; o novo sistema de refrigeração em ascensão é este. Baseada em um radiador, um dissipador, mangueiras, bomba d’água e um reservatório, têm 1001 vantagens, e o mesmo número em desvantagens. A maioria dos grupos overclockers utilizam este tipo de refrigeração, apesar que para usuários “normais” eu recomendaria um air cooler.. Vejam o porque no final deste..

· Compressor-cooler; são constituídos por compressores de ar, que jogam ar frio no processador e ramificações deixando-os abaixo de zero. O principal cuidado deve ser tomado com a condensação, já que trabalharemos, algumas vezes, com temperaturas 5 vezes menor que a ambiente. É um ótimo “hobby” e a marca de maior relevância na fabricação de Compressor-coolers com certeza é a Inglesa Prometeia (nome do gabinete, o nome da empresa eu não sei).

· Peltier; Baseados nos príncipios do físico Peltier, são compostos por uma chapa, que necessita de uma alta amperagem, para deixar um lado extremamente frio (lado do processador) e outro extremamente quente, que é o lado em contato com algum tipo de dissipação de calor.. É pouco usado por causa dos riscos que envolvem sua montagem e utilização.

· Nitrogênio; só para loucos mesmo! Composto por um tanque de nitrogênio líquido e imaginação, os overclockz dão asas rumo ao zero absoluto..

Exemplo de um sistema utilizando Water Cooler.

Utilizando o LN 2 Nitrogenio Liquido.

Bem, agora que conhecemos a maioria dos sistemas de refrigeração, vamos dar uma olhada na sua necessidade.. O coeficiente de dissipação de calor de um processador é composto pela relação C/W, capaz de determinar o nível de potência térmica que o processador é capaz de dissipar em equilíbrio (estabilidade). Utiliza-se uma tabela, com a potência e a amperagem que o processador necessita.. Como este cálculo envolve infinidades de fórmulas, vou colocar uma tabela com a potência térmica dissipada em um processador com um overclock estável...

Tbird – 1GHz 54W

Tbird – 1.3GHz 68W

Tbird – 1.33GHz 70W

Tbird – 1.4GHz 72W

XP1600+ 62.8W

XP1700+ 64W

XP1800+ 66W

XP1900+ 68W

XP2000+ 70W

XP2100+ 72W

XP2200+ Tbred 67.9W

Lista de Potência Térmica dissipada pelos P4

Consegui pessoal! Um amigo meu(amigo do Frederico) (agradecimentos à xtazy - desde já, ele utiliza ecstasy, mas o chamamos de xtazy, coisa que na tradução para o inglês, ele não entende como "ecstasy" :]) conseguiu para mim a lista de dissipação dos P4...

Bem, vamos lá:

P4 1.5 Willy 69W

P4 1.6 Willy 72W

P4 1.7 Willy 74.6W

P4 1.6 NW 66W

P4 1.8 NW 69W

P4 1.9 NW 69.7W

P4 2.0 NW 73W

P4 2.2 NW 72W

P4 2.5 NW 77W

Podemos perceber alguns "padrões" nestas potências térmicas.. Por exemplo, o aumento da voltagem à partir do 2.0 fez uma grande curva na potência, chegou a abaixar no Pentium 4 2.2, porém, aumentou novamente (e muito) com o Pentium 4 2.5.

memórias:

Memórias (DDR, RamBus, etc..)

Muitos dizem, em muitos fóruns, que o sistema “ideal” (por exemplo) seria memórias trabalhando à um barramento superior que o do processador.. Apesar que isso hoje é realidade (PC3500 =]), muitos ainda estão com as antigas PC133 SDRam.. O que isso implica? Bem.. Um processador com barramento de 100MHz, ainda dá uma boa subida com uma PC133, mas e os 133, 266?! =/ As DDR hoje trabalham de acordo com um padrão: 133, 266, 333, 400, 433... Até o padrão 333, todas elas estão registradas, perante a JEDEC (órgão fiscalizador), a partir da DDR400, os padrões ainda não foram registrados..

Vou pegar um sistema base, para o entendimento de vocês:

P4 1.6 NW (FSB = 100Mhz / Multiplier = x16 / Default – Stock)

Asus P4T533-C

256Mb. DDR333 PC2700 Samsung Genérica (Kingston)

Bem, essas DDR333, principalmente da Samsung, tem um ótimo PCB (módulo), e de acordo com testes, consegue assumir numa boa 186Mhz com dissipadores.. Mas vamos mais de leve.. Aumentamos o Pentium 4 para 2128Mhz (FSB = 133) e, teoricamente, as memórias ainda trabalham numa boa.. O que na verdade é relevante, é que as memórias possuem capacidade para trabalhar síncronicamente até um valor de 186 (em tese, o valor alcançado pelo módulo da Samsung).. O que pode acontecer, são algumas falhas.. Mas um sistema com uma grande tolerância entre Memória e Processador não terá problemas!

Melhores HardWares, quando o assunto é OverClock

- Mainboards; EPoX, ABIT e ChainTech (esta, pouco disseminada no Brasil)

- Memórias; OCZ, Kingston (com módulos Samsung), Samsung Original, Corsair e Mushkin

- Processadores (têm vários, mas os mais overclockáveis na minha opinião são...); Pentium 4 1.6 NW e XP1500+ e atualmente o Athlon Xp 1700 + T-bred B

_____________________________________________________________

Fonte: CasemodBRFORUM.

AE GALERA FAZEM BOM APROVEITO DISTO ..

ESPERO Q AXUDE A todos

qualquer DUVIDA POSTEM AE

Link to post
Share on other sites

10 answers to this question

Recommended Posts

  • 0

algo como o OVERCLOCK é algo a ser bem pensado, pois isso pode gerar um grande desgaste no processador. fazendo com que sua vida util fique menor.

acredito que é uma boa tecnica para se fazer hora ou outra, como por exemplo quando se vai rodar um jogo que precisa de mais maquina do que se tem.

caso contrario deixalo na configuraçao original seria a melhor opção.

perder um equipamento como um XP 2.4 não é nada legal $$$

Link to post
Share on other sites
  • 0

OverClock

Todas as dúvidas em um só lugar

Bom.. Vamos começar!

Componentes críticos de um overclock

MainBoard (Placa-Mãe)

Certamente é o maior limitador de um overclock. Possuem 5 limitadores: Voltagem, Increase FSB, AGP, PCI e Temperatura.

Os slots PCI’s 32 bits (os mais usados em placas “domésticas”) possuem um clock de funcionamento de 33Mhz. Este clock é variante, de acordo com a possibilidade de Increase da MainBoard. Muitas, conseguem manter um nível de tolerância, para que os slots PCI não variem de clock. Esta variação de clock implica, caso você não tenha uma boa placa de som, um bom modem, uma boa placa de rede (em geral, bons periféricos PCI), na limitação do FSB, pois a partir de um certo ponto (para a maioria das placas, 40Mhz), os periféricos ruins passam a se comportar mal, diante de tão expressivo clock, causando o travamento do sistema.

A AGP 2x, 4x e 8x (atual) funcionam com clock externo de 66Mhz. Este é um dos clocks que não têm “tanta” alteração no desempenho do conjunto. Mas em overclocks extremos, a VGA pode até não dar boot, ou não conseguir imprimir na tela as letras, etc..

Temperatura é outro que não têm lá a sua importância. Basta tomar cuidado com o centro de controle de amperagem/voltagem (os anéis que são cobertos por linhas de cobre). Para isso, bastar colocar um duto de ar por perto, ou mesmo um Fan.. Como a maioria das placas não tem diodos por perto, o que rola é a monitoração via termomêtro.. Mas só para os experts!

Agora sim, vamos ao que interessa..

O FSB (Front Side Bus) é o que determina o clock externo do processador (chamamos clock externo, pois o coeficiente é dado por FSBxMultiplier = Internal Clock). Bem, hoje em dia, este é o ponto chave do overclock, já que a maioria dos processadores vêm com o multiplier travado. Vamos fazer uma breve explicação sobre barramentos... Bem.. Dizem no meio overclocker que tanto menor FSB perante um maior Multiplier, melhor (por isso a fama do P4 1.6 NW, já que este tem um FSB de 100Mhz mas com um multiplier “gigantesco” = x16). Bem, tudo isso não passa de ser verdade, porém, não são todos os processadores que vem com um clock original de 100Mhz.. Alguns vêm com clocks de 133, agora 266 e o possível XP de 333Mhz. Todos estes, gigantes deste campo.. O FSB, no XP funciona em Simple Mode, ou seja, o multiplier do XP é real (coisa que no P4 não é.. Existem camadas de layers no P4, chamadas de Quadre Rate Clock, o que implica em um clock externo de na verdade FSBx4.. Ou seja, o NW de 1.6 na verdade opera em 400x4 = 1600Mhz.. Porém, é só mais uma complicação, que ninguém precisa saber.. =/)... Continuando, o XP trabalha em Simple Mode Clock.. A maioria das mainboard vêm com opções para se alterar tal clock (FSB), porém, algumas tem vantagens perante as outras... Vantagens, leia-se, increases menores, uma maior lista de opções, ou uma caixa de diálogo para se digitar o FSB desejado.. Bem, variações da EpoX e da ABIT (meus amores! =]).. Alterando-se o FSB, para se obter o real clock agora, deve-se multiplicar o clock colocado no FSB pelo multiplier do processador. Por exemplo (desconsiderando o Quadre FSB), um P4 1.6 de FSB 100Mhz, colocado agora para 133Mhz daria um clock de 2128Mhz (#]]).. Bem, nada mal! =) Mas paramos por aqui a discussão IntelxAMD! =) Senão.. =)

Agora, vamos falar sobre voltagem.. Voltagem é, entre belissímas aspas, o consumo de energia que o processador utilizará da fonte.. Atualmente, várias mainboard vêm com ótimas opções para Vcore (mudança no core), como exemplo a EpoX 8K3A+, composta pelo North VIA KT333. O aumento desta voltagem, implica em um menor número de ciclos para se completar “tal” atividade, pois o processador funcionará “turbinado”.. Porém, existem vários riscos.. Um deles é a temperatura e o risco de queima do processador. Geralmente, os processadores atuais vêm abaixando sua voltagem, e apostando mais na frequência, simplesmente por causa da palavra chave: temperatura! O P4 2.8, novíssimo processador com step C1 NorthWood é o primeiro da linha P4, desde o P4 1.5 Willy, a ter sua voltagem aumentada em 0.25, pois nos teste não foram conseguidos “GHZ” aceitáveis para a venda. Hoje, este P4 está trabalhando à 1.525V, perante 1.65V dos Duron... Muita coisa! =/ Recomendo para todos o aumento de 5% entre 1.5 até 2.0, e depois desta barreira psicológica, que é os 2.0 de Vcore, passar a aumentar de 1% a 1%.. Mainboards como a EpoX oferecem tal possibilidade.. E mesmo a nova MAX2 (ambos chipsets) da ABIT fornece tal opção.

Bem.. Vamos falar agora um pouco sobre temperatura e seus extremos (máximo e mínimo).

Temperatura

Muitos pensam que quanto menor temperatura, maior capacidade de overclock.. O que acontece, é que mesmo trabalhando a temperaturas negativas, chegará um ponto que o processador não conseguirá mais assumir dados, pois o ciclo de clock será mais rápido que a captura de dados binários dos transistores (sim ou não = binário), o que acarretará perda de informação. Ou seja, o que é aconselhável é manter a estabilidade do sistema, aí sim, quando tal estabilidade for alcançada, trabalhar com temperaturas negativas dará um novo ânimo ao processador.. Vou falar aqui de alguns “inibidores” de temperatura, como Air-Cooler, Water Cooler, Compressor Cooler, Peltiers e o Nitrogênio...

· Air-cooler; com certeza, o mais utilizado sistema de resfriamento no mundo é este. Baseado em um dissipador de calor, geralmente feito de cobre, e uma torre de aletas, que têm a função de dissipar o calor no ar, são bastante ineficazes, quando tratamos do assunto overclock (claro, digo ineficazes em overclockz mesmo)... Em cima, geralmente, existe um Fan que servirá como ventilador das aletas, ou exaustor das mesmas (na minha opinião, a segunda opção é melhor). Os avançados air-coolers de hoje rodam com rotações absurdas, que só bastam para aumentar bastante o nível de decibéis dos nossos quartos.. =/

· Water-cooler; o novo sistema de refrigeração em ascensão é este. Baseada em um radiador, um dissipador, mangueiras, bomba d’água e um reservatório, têm 1001 vantagens, e o mesmo número em desvantagens. A maioria dos grupos overclockers utilizam este tipo de refrigeração, apesar que para usuários “normais” eu recomendaria um air cooler.. Vejam o porque no final deste..

· Compressor-cooler; são constituídos por compressores de ar, que jogam ar frio no processador e ramificações deixando-os abaixo de zero. O principal cuidado deve ser tomado com a condensação, já que trabalharemos, algumas vezes, com temperaturas 5 vezes menor que a ambiente. É um ótimo “hobby” e a marca de maior relevância na fabricação de Compressor-coolers com certeza é a Inglesa Prometeia (nome do gabinete, o nome da empresa eu não sei).

· Peltier; Baseados nos príncipios do físico Peltier, são compostos por uma chapa, que necessita de uma alta amperagem, para deixar um lado extremamente frio (lado do processador) e outro extremamente quente, que é o lado em contato com algum tipo de dissipação de calor.. É pouco usado por causa dos riscos que envolvem sua montagem e utilização.

· Nitrogênio; só para loucos mesmo! Composto por um tanque de nitrogênio líquido e imaginação, os overclockz dão asas rumo ao zero absoluto..

Bem, agora que conhecemos a maioria dos sistemas de refrigeração, vamos dar uma olhada na sua necessidade.. O coeficiente de dissipação de calor de um processador é composto pela relação C/W, capaz de determinar o nível de potência térmica que o processador é capaz de dissipar em equilíbrio (estabilidade). Utiliza-se uma tabela, com a potência e a amperagem que o processador necessita.. Como este cálculo envolve infinidades de fórmulas, vou colocar uma tabela com a potência térmica dissipada em um processador com um overclock estável...

Tbird – 1GHz 54W

Tbird – 1.3GHz 68W

Tbird – 1.33GHz 70W

Tbird – 1.4GHz 72W

XP1600+ 62.8W

XP1700+ 64W

XP1800+ 66W

XP1900+ 68W

XP2000+ 70W

XP2100+ 72W

XP2200+ Tbred 67.9W

Infelizmente, a lista do P4 eu não consegui achar, nem mesmo calcular, pois não tenho os dados de cada processador.. Porém, me aguardem porque o clobbY aqui consegue tudo! Usuários Intel, aguardem..

Continuando.. O Volcano 7+, um dos coolers mais modernos e mais potentes de hoje em dia, consegue ter uma eficiência de dissipação de 70W.. Bem.. O que implica? “Ora.. Posso usar meu processador em overclock estável com um Volcano?” Sim. Pode.. Mas digo: ESTÁVEL! Você que um XP1800+ à 2100+?! =/ Bem.. É aí que entra os outros modelos de refrigeração.. Vou colocar a dissipação máxima conseguida por cada um:

Air-cooler: 70W

Water-cooler: 100W

Compressor-cooler: 230W

Peltiers: 200W

Nitrogênio: 425W

· Valores aproximados.

Bem, agora fica com vocês a escolha! Vamos falar um pouco sobre memória, que deixei um tópico somente para ela!

Memórias (DDR, RamBus, etc..)

Muitos dizem, em muitos fóruns, que o sistema “ideal” (por exemplo) seria memórias trabalhando à um barramento superior que o do processador.. Apesar que isso hoje é realidade (PC3500 =]), muitos ainda estão com as antigas PC133 SDRam.. O que isso implica? Bem.. Um processador com barramento de 100MHz, ainda dá uma boa subida com uma PC133, mas e os 133, 266?! =/ As DDR hoje trabalham de acordo com um padrão: 133, 266, 333, 400, 433... Até o padrão 333, todas elas estão registradas, perante a JEDEC (órgão fiscalizador), a partir da DDR400, os padrões ainda não foram registrados..

Vou pegar um sistema base, para o entendimento de vocês:

P4 1.6 NW (FSB = 100Mhz / Multiplier = x16 / Default – Stock)

Asus P4T533-C

256Mb. DDR333 PC2700 Samsung Genérica (Kingston)

Bem, essas DDR333, principalmente da Samsung, tem um ótimo PCB (módulo), e de acordo com testes, consegue assumir numa boa 186Mhz com dissipadores.. Mas vamos mais de leve.. Aumentamos o P4 para 2128Mhz (FSB = 133) e, teoricamente, as memórias ainda trabalham numa boa.. O que na verdade é relevante, é que as memórias possuem capacidade para trabalhar síncronicamente até um valor de 186 (em tese, o valor alcançado pelo módulo da Samsung).. O que pode acontecer, são algumas falhas.. Mas um sistema com uma grande tolerância entre Memória e Processador não terá problemas!

------------------------------------------------------------------------

Atualização de 07 de novembro

Como fazer o OverClock (mais intuitivo, para os que não entenderam, direto ao assunto!)

Bem, exitem BIOS e BIOS, quando o assunto é overclock.. Desconsiderando as vantagens que já foram descritas acima, a maioria das mainboards possuem opção para se mudar o FSB, e algumas, até a voltagem. Porém, existe mainboards que são o pesadelo de todo overclock, ou seja, se mantenha longe de PC Chips e Intel... As mainboards da Intel não reconhecem o Simple FSB do P4 (lembre-se do Quadre clock) e nem suas voltagens. É praticamente impossível o overclock nestas mainboards..

Voltando ao assunto...

Bem, na BIOS, existe um menu, geralmente chamado de "Processor Settings", e neste, um ítem chamado "FSB" ou "Front Side Bus Clock". Se você nunca fez overclock, estará setado o FSB padrão (considere este como o barramento oficial). Altere este valor, para o quanto for desejado, e considere bastante a questão da estabilidade e da temperatura. Bem , é fácil a prática em si, o díficil é entender como tudo funciona (o que é necessário para todo overclocker, mesmo iniciante..). E pelo amor de Deus, vão com calma!

Melhores HardWares, quando o assunto é OverClock

- Mainboards; EPoX, ABIT e ChainTech (esta, pouco disseminada no Brasil)

- Memórias; OCZ, Kingston (com módulos Samsung), Samsung Original, Corsair e Mushkin

- Processadores (têm vários, mas os mais overclockáveis na minha opinião são...); P4 1.6 NW e XP1500+

Lista de Potência Térmica dissipada pelos P4

Consegui pessoal! Um amigo meu (agradecimentos à xtazy - desde já, ele utiliza ecstasy, mas o chamamos de xtazy, coisa que na tradução para o inglês, ele não entende como "ecstasy" :]) conseguiu para mim a lista de dissipação dos P4...

Bem, vamos lá:

P4 1.5 Willy 69W

P4 1.6 Willy 72W

P4 1.7 Willy 74.6W

P4 1.6 NW 66W

P4 1.8 NW 69W

P4 1.9 NW 69.7W

P4 2.0 NW 73W

P4 2.2 NW 72W

P4 2.5 NW 77W

Podemos perceber alguns "padrões" nestas potências térmicas.. Por exemplo, o aumento da voltagem à partir do 2.0 fez uma grande curva na potência, chegou a abaixar no P4 2.2, porém, aumentou novamente (e muito) com o P4 2.5.. Imaginem o P4 2.8 HT, com um aumento considerável de 0.025V.. =/ Porém, aquele Heat Spread é uma boa nos processadores Intel.. Não entendo o porque da AMD não utilizá-lo também. =/

qualquer duvidas só postarem ..

Link to post
Share on other sites
  • 0
Guest ricardo de souza filho

ae galera....alguém ae poe fazer um favor pra mim???

tipo, no meu Setup não tem a opcao pra mudar a voltagem do processador e tal....

e esse prog ae q se fala no tutorial...eu não consegui mexer porque la pede uma coisa q eu não tenho a minima ideia do q seja.

por isso eu queria algum otro prog q seja facil de mexer.....

porque eu baxei o AIDA32 e vi q meu PC aguenta mais q isso aqui......no casao um P2 233...hehe...bem velhinho não é?......e é isso....

ah...e se alguém souber tb como q se faz por jumpers um overclock.....

me avisa ae....

abraços....

Link to post
Share on other sites
  • 0

um overclock seria para melhorar a performace do seu micro

mais pra isso você tem q mexer tanto na parte logica S.O.

como no hardware

porque c não você força muito e ele acaba detonando td..

falou ae..

=D

Link to post
Share on other sites
  • 0

ae eu fiz um over no meu p3 750 mhz...

eu botei no setup da bios pra ele rodar a 100/100 X 11.5/12

eu até tentei 133/133 e 133/100 (ou 100/133, n lembro), mas ele n quis iniciar... (ele carregava o rwindows xp e resetava)

ele tá rodando a +- 1MHz...

eu nem notei diferença, a bem da verdade

esse over é demais será?

o meu cooler é um desses coolers "podres" e "genéricos" do mercado. Nem sei se tem nome...

espero q num seja demais pro meu "querido", q, com 2,5 anos, vai ter q chegar aos 5 pra eu ter grana pra montar um novo cpu...

conto com a ajuda de vocês pra montar o meu proximo, daki a muito tempo... =)

Link to post
Share on other sites
  • 0

ah...então..o povo já tava falnu de over no meu otro post la do meu PC não é?..

ae eu tava querenu sabe..

porque tipo..me falaru, q essa minha placa, é protegida, pra num fazer nenhum overclock.....a7v8x-mxSE.........

é verdade isso mesmo? não tem como fazer over nela?

nem com alguma gambiarra?

ta com um Duron1.8.......

é eu queria aproveita q o PC ta na garantia...e tentar fazer um OC não é?..vai q da certo....se num esquenta muito eu ateh fico do jeitim la não é?...

vlw.....falow!!!

Link to post
Share on other sites
  • 0

cara, o problema dessa sua placa não é q ela é protegida pra não fazer over.... é que ela não dá os recursos necessários para tal aplicação.....

tipo, ela, provavelmente (não conheço ela direito), não dá recursos para mexer com FSB, Frequencia, Vcore, multiplicador, e por ai vai......

ela é muito pobre em recursos.... =/

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Answer this question...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.



  • Forum Statistics

    • Total Topics
      148955
    • Total Posts
      645029
×
×
  • Create New...